Advertisements

Como tratar adequadamente uma fratura em galho verde

Advertisements

Conteúdo

Uma fratura em galho verde ocorre quando a pressão aplicada causa uma fragmentação do osso que não o separa em pedaços. Eles são muitas vezes referidos como uma fratura parcial ou incompleta e ocorrem frequentemente em crianças, uma vez que seus ossos são mais flexíveis do que os ossos de adultos. O nome “galho verde” faz referência ao que acontece quando alguém tenta quebrar um galho jovem e verde de uma árvore, que tende a lascar em vez de quebrar.

Advertisements

Como tratar uma fratura em galho verde

Sintomas de fratura em galho verde

Quando as crianças fraturam os ossos, geralmente ocorre dentro do braço. Isso se deve à tendência da criança de estender os braços para absorver o impacto de uma queda. Eles também podem ocorrer nos dedos, pernas e outras partes do corpo expostas a qualquer força inesperada.
Os primeiros sinais de uma fratura em galho verde podem ser uma dor extensa que não desaparece e se intensifica com o tempo. Veja como reconhecer quando uma fratura em galho verde pode ser a causa do desconforto em vez de uma contusão ou entorse:

  • Uma aparência curvada para o membro ferido
  • Incapacidade de colocar qualquer peso ou pressão na área
  • Desconforto grave que dura mais de um dia ou dois

É melhor consultar um médico o mais rápido possível se não houver alívio da dor. Qualquer atraso no atendimento médico pode complicar o tratamento e o processo de cicatrização.

O que esperar durante um exame

A primeira coisa que os médicos costumam fazer é inspecionar fisicamente a área para confirmar que estão lidando com uma fratura. Eles precisam de detalhes completos sobre quando e como a lesão ocorreu. Os médicos analisam os seguintes fatores antes de chegar a um diagnóstico final:

  • O nível de desconforto experimentado pelo paciente
  • Quanto o paciente pode atualmente mover o membro em questão
  • A capacidade do paciente de manipular apêndices externos, como dedos das mãos ou dos pés
  • Lesões nas articulações associadas nas áreas circundantes

Os médicos provavelmente solicitarão radiografias para obter uma visão clara do osso lesionado. Os médicos também procurarão qualquer possível dano aos tendões ou nervos relacionados ao redor da lesão. Observe que eles podem precisar endireitar manualmente os membros com uma curva proeminente. Os pacientes podem receber algum medicamento para dor ou outra anestesia antes de realizar o procedimento.
Os médicos devem ser informados de antemão sobre quaisquer alergias ou reações conhecidas que um paciente possa ter a tipos específicos de medicamentos. Ter todos esses antecedentes relevantes de antemão evita que ocorram complicações durante a visita ao consultório.

Tratando uma fratura em galho verde

Uma das maiores preocupações dos médicos ao tratar fraturas em galho verde é a possibilidade de se transformar em uma ruptura completa. A maioria recomendará colocar um gesso ou tala removível na área para impedir que isso aconteça. Eles são mais propensos a ir com a cinta se parecer que a lesão já está cicatrizando bem por conta própria.
Talas removíveis também funcionam melhor em áreas que precisam de mais mobilidade, como o pulso. Colocar uma órtese mais flexível no lugar evita que ela fique rígida e imóvel durante o processo de cicatrização . Os médicos optarão por uma opção de gesso estacionário para fraturas em galho verde mais graves. Eles também podem recomendar a cirurgia se sentirem que uma ruptura completa é iminente.
Opções de cirurgia para fraturas em galho verde

  • Colocando uma haste de metal dentro do osso
  • Anexando uma placa de metal ao redor da fratura com parafusos

Os médicos que tratam pacientes mais jovens estarão mais preocupados com fraturas que ocorrem ao redor de uma placa de crescimento. São áreas de tecidos localizadas ao redor das extremidades dos ossos longos em crianças e adolescentes. As placas de crescimento determinam a forma e o comprimento que o osso atingirá em plena maturidade.

Recuperando-se de uma fratura em galho verde

O tempo de recuperação para uma fratura em galho verde varia dependendo da gravidade da lesão e se a intervenção cirúrgica for necessária. A maioria das fraturas cicatrizam dentro de quatro a oito semanas. Os pacientes serão solicitados a voltar para check-ups para que os médicos possam examinar o quão bem a lesão está cicatrizando.
A maioria dos médicos prescreve medicamentos como ibuprofeno ou acetaminofeno para aliviar qualquer desconforto. Eles também procurarão quaisquer problemas decorrentes do processo de cura.

Possíveis complicações das fraturas em galho verde

  • Danos a quaisquer nervos ou vasos sanguíneos ao redor da lesão
  • Sangramento inesperado
  • Infecção ocorrendo dentro ou ao redor da lesão
  • Deformidades no osso em cicatrização

Os médicos também examinarão quaisquer placas ou hastes colocadas para ajudar na cicatrização. Eles determinarão se podem ser removidos com segurança ou mantidos no lugar permanentemente.
A perspectiva é positiva para a maioria das pessoas, uma vez que uma fratura em galho verde cicatrize completamente. A melhor maneira de evitar lesões futuras é garantir que o equipamento adequado seja usado durante atividades e esportes que apresentam alto risco de fraturas ósseas. No entanto, pode ser um desafio monitorar as atividades diárias das crianças para impedir que isso aconteça, especialmente na escola ou no playground.

Qualquer pessoa que suspeite que está sofrendo de uma fratura deve procurar atendimento médico imediato. Qualquer desconforto que dure por um longo período deve ser analisado, mesmo que a causa pareça ser apenas uma contusão ou uma distensão de algum tipo. Não tratar adequadamente as fraturas em galho verde pode levar a complicações irreversíveis e deixar os pacientes com uma deformidade permanente.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *