Advertisements

O que acontece se você comer muito sal

Advertisements

Conteúdo

Comer muito sal tem efeitos ruins sobre a saúde. Neste artigo, aprenderemos o que acontece quando você come muito sal regularmente.

Advertisements

O sódio não é inimigo do seu corpo. Na verdade, o sódio é um mineral importante que é exigido pelo corpo para várias funções importantes, que incluem:

  • Contração dos músculos.
  • Transmissões nervosas.
  • Equilibrar os fluidos corporais.
  • Mantém o ritmo cardíaco normal.

Como o sódio é tão vital para o funcionamento normal do corpo humano, é importante obter sua dose diária de sódio através da dieta para evitar níveis baixos de sódio no sangue.

Sal, que é sódio + cloreto é a fonte mais comum de sódio. Qualquer coisa em excesso é ruim para o corpo e esse fato também é verdade para o sódio.

Comer muito de alimentos carregados de sal pode prejudicar o funcionamento normal do corpo. Pode colocar em risco sua saúde e colocá-lo em risco de uma série de doenças.

Pode sobrecarregar os rins, enfraquecer o coração e liberar alguns minerais importantes do corpo.

EFEITOS DO EXCESSO DE SAL

Vamos dar uma olhada em como comer muito sal pode causar estragos em seu corpo:

Eleva Sua Pressão Arterial

Todos estão cientes do fato de que indivíduos com pressão alta devem reduzir a ingestão de sal. Mas, comer muito sal aumenta o risco de hipertensão?

A ingestão excessiva de sódio está fortemente associada à pressão arterial elevada, diz a pesquisa. Afeta ainda mais o funcionamento do coração e dos rins.

Tendo mais níveis de sódio no sangue, retém mais líquido no corpo, em um esforço para diluir a concentração de sódio. Isso aumenta o volume de sangue no corpo, o que, por sua vez, aumenta a pressão sanguínea.

Reduz ainda mais a capacidade dos rins de remover água. Um aumento no volume dos fluidos aumenta a pressão sanguínea, que exerce uma pressão extra no revestimento interno das artérias.

Alguns indivíduos são mais sensíveis ao sal do que outros. Essas pessoas experimentam maiores flutuações na pressão arterial, o que depende da quantidade de sódio consumida.

Assim, indivíduos com pressão alta podem se beneficiar da redução de sódio. Populações normais também podem reduzir o risco de hipertensão consumindo sal dentro do limite normal. ( 1 , 2 )

Prejudica a saúde do coração

Estudos encontraram uma associação positiva entre a alta ingestão de sódio e a pressão arterial. Como a hipertensão arterial é o principal fator de risco para doenças cardiovasculares em todo o mundo, reduzir a ingestão de sal é uma estratégia eficaz para a prevenção de doenças cardiovasculares.

Um estudo de período de acompanhamento de 12 anos descobriu que adultos que consumiram mais de 13,7 gramas de sal por dia dobraram o risco de insuficiência cardíaca.

Comer muito sal aumenta o volume sanguíneo, o que aumenta a pressão arterial. Isso pode sobrecarregar o coração e os vasos sanguíneos. O coração precisa trabalhar mais para bombear o aumento do volume sanguíneo.

Assim, reduzindo a ingestão de sal, você pode facilmente proteger seu coração e vasos sanguíneos. ( 3 )

Causa ganho de peso

É muito sabido que comer açúcar em excesso pode levar ao ganho de peso, mas existe uma ligação entre a ingestão de sal e a obesidade?

O sal não tem valor calórico, mas está ligado ao desenvolvimento da obesidade. Pesquisas relataram que a alta ingestão de sódio está associada à obesidade e à síndrome metabólica na população em geral.

Uma dieta rica em sal estimula a sede e o apetite, o que resulta em ingestão excessiva de calorias. Além disso, comer muito sal pode interferir na sinalização da leptina.

A leptina é um hormônio que diminui o apetite e sinaliza ao cérebro para parar de comer. Como o sal reduz a capacidade de resposta à leptina, ele é incapaz de enviar sinais ao cérebro para parar de comer. Isso promove ganho de peso e obesidade.

Assim, os indivíduos que desejam perder alguns quilos devem não apenas seguir uma dieta de baixa caloria, mas também prestar atenção à ingestão de sódio. ( 4 , 5 )

Aumentar o risco de pedra nos rins

A alta ingestão de sal está associada ao desenvolvimento de cálculos renais, diz a pesquisa. Uma dieta rica em sal aumenta a excreção de cálcio na urina. Isso torna a urina concentrada, o que pode levar ainda mais à formação de cálculos de cálcio. Essa relação foi demonstrada independentemente dos níveis de ingestão de cálcio.

Nos rins, a manipulação do cálcio é fortemente dependente do sódio. Uma alta ingestão de sal na dieta induz uma alta carga de sódio para os rins. Isso causa ainda mais retenção de água e aumenta o teor de líquidos no sangue (hipervolemia). Isso reduz a reabsorção de sódio e água pelos rins, assim como a reabsorção de cálcio é diminuída por ser dependente de sódio.

Assim, tal condição causa a excreção de cálcio na urina. Além disso, a alta ingestão de sal está ligada à menor excreção urinária de citrato, que é um importante inibidor da formação de cálculos renais.

Assim, indivíduos com histórico de cálculos renais ou aqueles que são geneticamente predispostos à formação de cálculos renais devem reduzir a ingestão de sal na dieta. ( 6 )

Prejudica a saúde do fígado

Estudos científicos observaram que comer muito sal pode facilitar o desenvolvimento de esteato-hepatite não alcoólica (NASH).

Tal dieta causa superprodução de espécies reativas de oxigênio e induz estresse oxidativo no fígado. Isso acelera ainda mais o início e a progressão da NASH.

O estresse oxidativo promove a inflamação, o que causa alterações no funcionamento das células do fígado. Isso leva ao endurecimento das células do fígado e, finalmente, à morte das células, levando à fibrose.

Portanto, reduzir a ingestão de sal pode proteger as células do fígado contra danos. ( 7 )

Prejudicar o Sistema Imunológico

Evidências científicas crescentes sugerem que o consumo excessivo de sal pode modular negativamente o sistema imunológico e dar origem a inflamações e doenças autoimunes.

Um estudo interessante descobriu que indivíduos que consumiram 12 gramas de sal por dia apresentaram um número maior de monócitos em comparação com indivíduos que estavam em uma dieta com baixo teor de sal.

Os monócitos são um tipo de glóbulo branco e um número aumentado de monócitos no sangue é observado na inflamação crônica. Como uma dieta rica em sal induz inflamação e estresse oxidativo, altera até mesmo o funcionamento de várias células imunes presentes no corpo. Isso pode enfraquecer o sistema imunológico e torná-lo mais propenso a doenças e infecções.

Estudos descobriram ainda que mesmo uma pequena redução no sal da dieta pode trazer alterações imunológicas benéficas. ( 8,9 ) _ _

Aumenta o risco de câncer de estômago

O câncer de estômago é o quarto câncer mais comum no mundo. Com base em evidências consideráveis, a limitação do consumo de sal e alimentos salgados é uma ótima estratégia para prevenir o câncer gástrico.

A alta ingestão de sal na dieta potencializa a colonização de H pylori, que é um conhecido fator de risco para câncer de estômago.

O sal aumenta a capacidade do H pylori de alterar a função das células do estômago. A alta ingestão de sal também altera a viscosidade do muco, uma camada viscosa que protege o revestimento interno do estômago e evita a exposição das células do estômago a agentes cancerígenos.

Além disso, o alto consumo de sal causa superprodução de espécies reativas de oxigênio e induz estresse oxidativo no estômago, o que favorece o crescimento de células cancerígenas.

Os radicais livres danificam as células saudáveis ​​e normais do estômago, alteram negativamente seu funcionamento e, finalmente, causam a morte das células do estômago. ( 10 )

COMO LIMITAR O CONSUMO DE SAL

O sódio é um mineral importante, necessário para o funcionamento normal do corpo, mas qualquer coisa em excesso não é bom. Comer uma dieta rica em sal tem um impacto negativo em quase todos os sistemas orgânicos do corpo. Portanto, é aconselhável consumir no máximo 5 gramas de sal por dia.

  • Alimentos cozidos em restaurantes, alimentos prontos para consumo e alimentos embalados possuem alto teor de sódio. Ao consumir esses alimentos, as pessoas, sem saber, consomem muito sal em seu dia-a-dia.
  • Evite adicionar sal à coalhada, saladas e frutas cortadas. Aproveite ao máximo o sabor natural dos alimentos.
  • Reduza a ingestão de sal e substitua-o por outros agentes aromatizantes naturais, como suco de limão, pimenta preta em pó, cominho em pó, alho e folhas de hortelã.

Como o alto consumo de sal pode causar tantos problemas de saúde, é melhor usar esse ingrediente dentro dos limites.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *