Advertisements

Autocuidado e remédios caseiros para parar a periodontite

Advertisements

A periodontite se refere a uma infecção bacteriana que afeta a gengiva e outros tecidos circundantes. É vital tratar a doença o mais cedo possível, pois a infecção pode enfraquecer o osso subjacente com o tempo, fazendo com que os dentes caiam.

Advertisements

Terapias caseiras para periodontite

Aqui estão algumas intervenções complementares que podem ajudar a aliviar os sintomas da periodontite até um certo grau e aumentar a eficácia do tratamento padrão prescrito pelo seu médico.

Nota: Consulte um dentista antes de experimentar os seguintes remédios caseiros listados para evitar complicações futuras ou efeitos colaterais indevidos. A precaução é ainda mais necessária se estiver grávida.

1. Enxágue a boca com água salgada

Sal é creditado com propriedades anti-sépticas e antibacterianas consideráveis ​​que podem reduzir a placa dentária e pontuações microbianas orais. Também é conhecido por aliviar a inflamação e a dor associadas à periodontite.

No entanto, um enxágue com água salgada deve ser usado apenas como uma ferramenta auxiliar para o controle da placa. (1) Além disso, deve-se usar a concentração correta de sal, pois o excesso pode danificar as células orais.

Cuidado: Pacientes hipertensos são aconselhados a ter cuidado especial ao usar uma solução salina, pois a ingestão de sal pode fazer com que sua pressão arterial suba.

Resumo:O sal exibe propriedades antibacterianas que ajudam a prevenir problemas bucais, como manchas e placas microbianas. Além disso, enxaguar a boca com água salgada ajuda a aliviar os sintomas da periodontite, como dor e inflamação.

2. Use açafrão

A curcumina, o principal composto ativo da cúrcuma, exibe efeitos antibacterianos e antiinflamatórios. Isso ajuda a reduzir a resposta inflamatória associada à periodontite, reduzindo a liberação de citocinas inflamatórias.

Vários estudos demonstraram que a aplicação de curcumina, junto com raspagem total da boca e alisamento radicular (SRP), é mais eficaz na inibição do crescimento de bactérias formadoras de placas do que apenas o SRP. (2) (3) (4) (5)

Resumo:A cúrcuma contém grandes quantidades de curcumina, que possui propriedades antiinflamatórias e antibacterianas que podem ajudar a aliviar os sintomas da periodontite.

3. Aceite a ajuda de folhas de goiaba

A goiaba possui muitas propriedades antioxidantes devido à sua rica reserva de vitamina C. Além disso, é conhecida por apresentar propriedades antiplaca, antiinflamatória e analgésica. Os benefícios terapêuticos das folhas de goiaba para a saúde periodontal são atribuídos principalmente a dois flavonóides, a guaijaverina e a quercetina.

Um estudo demonstrou que as folhas de goiaba podem ser úteis na inibição do crescimento de bactérias causadoras de periodontite. (6)

Resumo:A goiaba contém grandes quantidades de vitamina C e exibe propriedades antioxidantes, antiplacas, analgésicas e inflamatórias úteis no tratamento da periodontite.

4. Enxágue com peróxido de hidrogênio

A pré-lavagem com um anti-séptico bucal à base de hidrogênio antes da escovação tende a soltar os restos de comida presos entre os dentes para uma limpeza mais completa.

O uso prolongado de enxaguatórios bucais contendo peróxido de hidrogênio em conjunto com seu regime de higiene oral diário pode inibir o acúmulo de placa bacteriana e, assim, mitigar a inflamação periodontal em estágio inicial. (7) No entanto, o uso a curto prazo de H 2 O 2 bochechos por si só terá pouco ou nenhum impacto sobre a sua pontuação de placa. (7) (8)

Resumo:O peróxido de hidrogênio tem propriedades antibacterianas potentes que podem ajudar a reduzir a contagem microbiana oral e, assim, reduzir a incidência ou gravidade da doença gengival.

5. Use enxaguatórios bucais à base de ervas

Os enxaguatórios bucais à base de ervas a seguir podem ser usados ​​para tratar a periodontite.

uma. Chá verde

O chá verde ajuda a inibir o crescimento e a aderência das bactérias periodontais, tornando-o um agente antiplaca confiável. (9) (10)

b. Manjericão santo

O manjericão sagrado ajuda a desinfetar a boca e a tratar uma série de problemas periodontais que podem resultar do crescimento excessivo de bactérias orais, como sangramento nas gengivas, placa, dor de dente e pus ou dor nas gengivas. (11) (12)

c. Óleo da árvore do chá

O óleo da árvore do chá é conhecido por apresentar propriedades antibacterianas, anti-sépticas e fungicidas que podem ajudar a melhorar sua saúde bucal e reduzir a formação de placa bacteriana. Conseqüentemente, previne ou alivia os primeiros sintomas da periodontite, como sangramento gengival e inflamação. (13) (14)

Observação: certifique-se de cuspir o colutório da árvore do chá completamente após o enxágue, pois o óleo da árvore do chá pode causar vários efeitos colaterais adversos se ingerido.

Resumo:Os enxaguatórios bucais à base de ervas apresentam propriedades antimicrobianas, antifúngicas e anti-sépticas que auxiliam na prevenção e tratamento de infecções orais.

6. Consumir PUFAs ômega-3

Os ácidos graxos poliinsaturados ômega-3 (PUFAs) podem funcionar como agentes protetores contra a doença periodontal. (15) Podem ser consumidos por meio da ingestão ou suplementação de peixes, geralmente disponíveis na forma de óleo de peixe líquido ou cápsulas.

É essencial que você siga a dosagem prescrita pelo médico em vez de se automedicar se quiser evitar complicações ou efeitos colaterais indevidos posteriormente. (16) (17) (18)

Resumo:Incluir PUFAs ômega-3 em sua dieta ajuda a prevenir a formação de doenças periodontais.

7. Experimente extração de óleo

Esta terapia ayurvédica milenar envolve enxaguar a boca com óleo comestível, como óleo de gergelim, óleo de coco e azeite de oliva, para ajudar a desalojar e remover as bactérias orais prejudiciais.

Embora haja algum suporte científico para o uso de extração de óleo para promover a saúde periodontal, mais estudos são necessários para estabelecer de forma conclusiva os efeitos benéficos desta prática alternativa. (19) (20)

8. Aplique uma pasta de bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio, semelhante ao sal, tem propriedades anti-sépticas que ajudam a prevenir infecções. Ele também regula a acidez na boca para ajudar a prevenir problemas gengivais. (21)

Você pode fazer uma pasta grossa de bicarbonato de sódio misturando ¼ colher de chá de bicarbonato de sódio em água e aplicá-la na gengiva, deixando por cerca de 2 minutos. Como alternativa, você pode preparar uma solução mais diluída e usá-la para o enxágue.

Cuidado: Este remédio não é apoiado por estudos clínicos suficientes e, portanto, só deve ser usado após consulta com seu médico.

Dicas de autocuidado preventivo

Aqui estão alguns hábitos de higiene bucal que podem ajudar a reduzir o risco ou a gravidade da periodontite:

  • Escove os dentes duas vezes ao dia . Use uma escova de dentes de cerdas macias de tamanho apropriado e um creme dental com flúor.
  • Fio dental uma vez por dia . Isso ajuda a remover a gosma presa entre os dentes.
  • Limpe bem os dentes . Pessoas com dentes tortos ou apinhados ou obturações dentárias, coroas e dentaduras são mais propensas ao acúmulo de placa em espaços difíceis de limpar.
  • Abstenha-se do uso de tabaco . Evite fumar, vaporizar e mascar tabaco, pois o uso do tabaco está associado a um risco aumentado de doença periodontal.
  • Regule o açúcar no sangue . Pessoas com diabetes devem regular seus níveis de açúcar no sangue para prevenir o aparecimento de doenças gengivais .
  • Faça um check-up dentário a cada 6 meses . Isso permite que seu dentista / periodontista monitore sua saúde bucal de perto e detecte qualquer sinal de doença gengival logo no início.
  • Mantenha uma dieta saudável . Sua saúde bucal é afetada pelo que você coloca na boca. Escolha alimentos com baixo teor de carboidratos, ricos em ácidos graxos ômega-3, vitaminas C e D e fibras dietéticas para reduzir a incidência ou gravidade da inflamação gengival e periodontal. (22) (23)

Periodontite versus gengivite

A gengivite é um precursor da periodontite, também conhecida como doença gengival. É caracterizada por inflamação e sangramento das gengivas devido ao acúmulo de placa oral.

A periodontite, por outro lado, refere-se à destruição das estruturas de suporte dos dentes. A gengivite causa inflamação gengival em estágio inicial e abre caminho para a periodontite quando não tratada.

A periodontite é um estágio avançado de infecção gengival em que a placa bacteriana se estende profundamente na linha gengival e enfraquece a base dos dentes.

Perguntas mais frequentes sobre a periodontite

A doença periodontal é contagiosa?

A doença periodontal é essencialmente uma resposta inflamatória ao acúmulo de bactérias dentro da boca, especialmente sob a linha da gengiva. Embora a inflamação em si não seja contagiosa, a bactéria periodontal que a causa pode ser transmitida a outras pessoas por meio da saliva infectada.

Para minimizar o risco de contrair periodontite por meio de uma troca salivar, você deve evitar compartilhar utensílios ou equipamentos de saúde bucal com a pessoa infectada.

Fumar piora a periodontite?

Fumar pode prejudicar significativamente sua saúde bucal. Aumenta o risco de desenvolver complicações, incluindo uma cavidade seca após tratamentos periodontais.

Além disso, fumar reduz o suprimento de sangue para as gengivas, minimizando o sangramento gengival. Devido a isso, a periodontite costuma passar despercebida em fumantes, o que, por sua vez, leva ao retardo do tratamento.

Sua gengiva sangrará mais quando você parar de fumar, pois o suprimento de sangue voltará ao normal. Seu dentista ou higienista oral sugerirá o tratamento adequado para estancar o sangramento. (24)

A doença periodontal pode causar infecção no ouvido?

A dor que emana de um ouvido infectado pode ser sentida nos dentes e na mandíbula, mas isso não significa que a infecção se espalhou para a boca. Da mesma forma, não há nenhuma prova substancial que sugira que as infecções periodontais podem aumentar o risco de infecções de ouvido. (25)

O aloe vera pode ajudar a controlar a periodontite?

Aloe vera pode ser potencialmente usado para tratar a periodontite devido às suas propriedades antibacterianas, antifúngicas, analgésicas e calmantes. (26) (27) (28) O gel de aloe vera recém-extraído pode ser aplicado diretamente nas gengivas afetadas por 10 minutos e, em seguida, lavado com água fria.

Como alternativa, você também pode usar um enxaguatório bucal à base de aloe vera ou diluir o gel com água para fazer um enxágue oral em casa.

Um enxaguatório bucal de própolis de abelha pode curar a periodontite?

A própolis de abelha é um composto resinoso produzido por abelhas que tem sido utilizado como agente de cura para uma variedade de doenças, incluindo doenças gengivais.

Ainda não há clareza sobre o que exatamente torna essa substância tão terapêutica, mas ela foi incluída em produtos de higiene bucal, como enxaguatórios bucais, projetados para reduzir a placa bacteriana e apresentou bons resultados.

No entanto, as evidências de sua eficácia ainda são mínimas e precisam ser corroboradas por pesquisas mais rigorosas. A partir de agora, a própolis de abelha é considerada mais uma ferramenta preventiva do que uma cura para a periodontite e outros problemas gengivais. (29) (30)

Nota: Se você é alérgico ao mel ou a qualquer outro produto apícola, existe uma grande probabilidade de que também seja alérgico à própolis de abelha. Portanto, você deve descartar tais alergias antes de tentar qualquer produto de própolis de abelha. Comece com pequenas quantidades e interrompa o uso se notar a menor irritação.

Palavra final

Embora exames regulares sejam essenciais para prevenir a periodontite, eles precisam ser acompanhados de medidas adequadas de higiene oral em casa, que incluem escovação diária, uso do fio dental e uma dieta saudável.

O cuidado bucal adequado também é um tratamento pós-periodontal vital para prevenir a recorrência. Se a infecção não melhorar, visite seu dentista.

Add a Comment

Your email address will not be published.