Advertisements

Mudanças na dieta e no estilo de vida para controlar o hipertireoidismo

Advertisements

Conteúdo

O hipertireoidismo se refere à produção excessiva de hormônio da tireoide no corpo devido a uma glândula tireoide hiperativa. O tratamento para o hipertireoidismo depende do tipo, da causa e da gravidade da doença e de sua idade e condições médicas.

Advertisements

A introdução de mudanças em sua dieta e estilo de vida pode ajudar a aumentar a eficácia de seus medicamentos e apoiar a saúde de sua tireoide.

Vitaminas e minerais para hipertireoidismo

As vitaminas e minerais a seguir podem estar associados ao tratamento do hipertireoidismo ou de seus sintomas. Portanto, modificar sua dieta para incluir esses nutrientes pode ajudar.

Nota: Suplementos para os seguintes minerais e nutrientes também podem ser tomados. No entanto, eles só devem ser usados ​​com a receita do seu médico para uma deficiência diagnosticada. O uso excessivo de suplementos pode ter efeitos prejudiciais à sua saúde.

1. Selênio

O selênio pode ajudar a equilibrar a função da tireoide. Um estudo mostrou que tomar um suplemento de selênio junto com a terapia médica para a doença de Graves por 6 meses teve um efeito positivo na resposta à medicação. (1) (2)

Além disso, descobriu-se que o selênio desempenha um papel na prevenção de doenças da tireoide . (3) Alimentos ricos em selênio incluem ovos, peixe, frango, peru, castanha do Brasil e feijão.

2. Vitamina D e cálcio

Os níveis de cálcio e vitamina D precisam ser otimizados devido aos efeitos prejudiciais do hipertireoidismo sobre os ossos. A reposição ideal é necessária se a deficiência for encontrada. (4)

A deficiência de vitamina D aumenta o risco de doença de Graves e distúrbios autoimunes da tireoide. (5) (6) Inclua alimentos como tofu, queijo, leite, vegetais de folhas verdes, sardinhas, cogumelos e amêndoas em sua dieta.

3. L-carnitina

A ingestão oral de carnitina ajuda a reverter e prevenir os sintomas de hipertireoidismo até certo ponto. (8) Também pode ajudar a controlar a doença de Graves sem o apoio de medicamentos antitireoidianos. (9)

Consumir alimentos como abacate, laticínios, frango e carne vermelha para aumentar a ingestão de carnitina.

Terapias alternativas para hipertireoidismo

O hipertireoidismo está associado a várias condições de saúde mental, como TDAH, transtorno bipolar, depressão, transtorno de ajustamento, ansiedade e tendência suicida. (10)

As seguintes técnicas alternativas de relaxamento podem ajudar a prevenir e controlar essas condições de saúde mental:

1. Yoga

Praticar ioga asanas, como Halasana e Sarvangasana, ajuda a estimular as artérias ligadas à glândula tireóide. Isso induz um estado de homeostase que ajuda a aliviar os sintomas associados. (11) (12)

2. Musicoterapia

O relaxamento musical progressivo envolve contrair e relaxar diferentes grupos de músculos para aliviar a tensão e a ansiedade. Isso ajuda a reduzir o estresse e também induz o sono, ajudando a evitar problemas de sono.

3. Meditação consciente

A meditação consciente visa focar sua atenção no presente. Ao perceber os arredores e aceitá-los, você se torna consciente da situação sem tentar controlá-los.

Dicas de autocuidado e estilo de vida

As dicas a seguir podem ajudar a gerenciar seu hipertireoidismo a longo prazo:

1. Verifique sua ingestão de iodo

A ingestão excessiva de iodo costuma estar associada a um risco aumentado de problemas de tireoide .

Se você já foi diagnosticado com hipertireoidismo, é recomendável que você mantenha um controle sobre a quantidade de iodo que você consome diariamente e não adicione iodo à sua dieta ou tome-o em forma de suplemento.

Você não deve comer demais nem passar fome de alimentos ricos em iodo, mas ajuste sua ingestão para atender às necessidades diárias sem ultrapassar o limite superior da dieta estipulada. (13) (14)

2. Implementar mudanças dietéticas

Pacientes com hipertireoidismo têm marcadores aumentados de estresse oxidativo e muitos perderam peso significativo.

Uma dieta baseada em vegetais rica em frutas e vegetais pode ajudar na redução do risco de doenças relacionadas ao estresse oxidativo. (15) (16) Em particular, pode ser necessária mais proteína se houver grande perda de peso e perda de massa muscular. A consulta com um nutricionista registrado pode ser benéfica.

3. Tome OTCs para olhos inchados

A doença de Graves costuma causar inchaço nos olhos devido ao recuo das pálpebras superiores. Embora os casos extremos exijam cirurgia, os casos leves podem ser tratados com o uso de óculos escuros e lágrimas artificiais.

Você também pode consultar seu médico sobre corticosteróides ou hidrocortisona para obter alívio.

Perguntas mais frequentes sobre hipertireoidismo

O hipertireoidismo leva necessariamente à perda de peso?

Indivíduos com hipertireoidismo tendem a ter uma taxa metabólica basal mais alta, o que pode levar ao aumento da queima de calorias.

Uma perda rápida de calorias pode promover perda de peso não intencional, um sintoma típico de hipertireoidismo. No entanto, alguns pacientes com hipertireoidismo podem ganhar peso em vez de perdê-lo.

O chá de erva-cidreira é eficaz no controle do hipertireoidismo?

Foi demonstrado que a erva-cidreira impede a fixação de anticorpos às células da tireóide, como visto na doença de Grave. No entanto, há necessidade de ensaios clínicos para estabelecer essa alegação. (17) No entanto, um estudo mostrou que um suplemento natural de saúde contendo erva-cidreira induziu hipertireoidismo em uma mulher. (18)

A erva-cidreira também tem vários efeitos colaterais, incluindo dor de cabeça, náusea, febre, dor abdominal, tontura, dor ao urinar e respiração ofegante.

A suplementação com bugleweed é boa para controlar o hipertireoidismo?

A pílula ou pó de Bugleweed tem sido usada para o tratamento do hipertireoidismo do leite. No entanto, não existem estudos conclusivos suficientes que estabeleçam sua eficácia. (19) Portanto, é melhor evitar a suplementação com bugleweed.

Palavra final

É vital tratar o hipertireoidismo o mais cedo possível para evitar outras complicações de saúde, como osteoporose e doenças cardiovasculares. Mesmo durante o tratamento, o monitoramento regular dos níveis hormonais é necessário para prevenir um estado de hipotireoidismo.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *